terça-feira, 23 de junho de 2009

SPFW Verão 2009/ 2010 - Day 6

O laranja mecânica de Herchcovitch












Estava muito feliz por ver o masculino do Herchcovitch. Foi o último dia da SPFW, e sem dúvidas, iria fechar minha maratona de desfiles com chave de ouro.
Quando li o release, de imediato achei a proposta ousada: Questionar o guarda roupa masculino e a partir daí, fazer novas propostas.
Sempre achei a maneira como os homens se vestem muito prática, mas também muito limitada. As expectativas foram feitas, porém superadas. Herchcovitch levou para a passarela a elegância masculina em construções feitas na alfaiataria.
Os modelos eram em tons de preto, branco e cinza, tudo muito sóbrio não fossem os toques de cor nos acessórios, nas cores laranja, azul, verde cítrico e pink. Eram guardas chuva com cabo de soco inglês, gravatas borboleta e meias até o tornozelo.
Alguns modelos também entraram com bengalas de ponta de lança na passarela.
Pra mim, em alguns momentos o desfile lembrou o figurino do filme Laranja Mecânica, um filme tão questionador quanto a coleção de Herchcovitch.
É como se o universo masculino, tão associado à violência tivesse toques de humor (ou seria ironia?).
Os modelos eram ora clássicos, como blazers, calças e camisas, ora ousados, como os macacões, coletes e casaquetos tipo bolero.
Destaque para a proposta de misturar dois tons clássicos masculinos: preto e branco nas roupas com tons de palha e caramelo nos acessórios.
Também tiveram capas de chuva sem manga, feitas de nylon tecnológico.
Por fim, foram usados bonés da New Era, que trouxeram um toque esporte para o desfile. E da passarela, complementado com os modelos, bem que lembrava o chapéu coco do personagem Alex. Só faltaram os cílios postiços.
E os sapatos de corrente foram o maior objeto de desejo masculino, como eu pude ouvir nos comentários pós defile.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget