quinta-feira, 18 de março de 2010

Tendências Inverno 2011

Imagem do desfile da estilista Stella McCartney, que apostou na tendência Minimal.

Agora que a temporada de desfiles internacionais acabou e eu tive o devido tempo para “digerir as novas tendências”, listo aqui algumas delas:

Minimal

Pode-se detectar algumas mudanças nas semanas de moda, pois estilistas que antes apostavam na criatividade, mudaram de rumo nessa temporada, deixando-a de lado para focar nos materiais diferenciados e nas técnicas usadas.
O resultado foi de desfiles com looks muito mais cleans, onde as cores ainda estão presentes, mas o que predominam são os tons neutros: preto, branco e nude, muuuuito nude.

Estilistas que apostaram no Minimal: Marc Jacobs, Stella McCartney e YSL.

Stella McCartney

Yves Saint Laurent


Marc Jacobs

Mix Étnico

Apesar de não ser uma tendência nova, o Étnico mostrou que prevalece forte como tendência para as próximas estações. O que muda é que antes uma só tendência étnica era escolhida como tema de coleção, que poderia ser África, Índia ou Japão.
Agora, estilistas apostam em vários e novos temas étnicos, que juntos formaram coleções com grande variedade cultural: África, Índia, Japão, Egito, Marrocos, Rússia, China, etc.

Estilistas que apostaram no Mix Étnico: Kenzo, John Galiano, Jean Paul Gaultier, Hussein Chalayan.

John Galliano

Jean Paul Gaultier

Hussein Chalayan

Chanel


Kenzo

Imperial

Algumas grifes optaram pela sofisticação de suas coleções ao escolher como tema o Imperial, que faz referências a roupa das cortes, reis e rainhas que as exibiam em seus grandes castelos. O resultado foi uma grande presença de dourados, peles, Jacquards, bordados, brocados e outros efeitos sofisticados. Nada de novo para um McQueen, que já utilizou esse tema em diversas coleções, mas a aposta é realmente nova para uma grife como a Balmain.

Estilistas que apostaram no Imperial: Alexander McQueen, Balmain, Vivienne Westwood.

Alexander McQueen

Balmain


Vivienne Westwood

Dark

Na última temporada de inverno, pude observar uma grande presença da estética Glam Rock, que foi lançada pela Balmain e até hoje está prevalecendo, inclusive na temporada de desfiles nacionais deste ano.
Essa tendência foi renovada, só que sem tanta influência do rock, cheia de tachas e spikes. A estética é quase a mesma: domínio do preto, silhueta sequinha e destaques para os ombros. Muitos ainda apostam nela e é provável que ela prevaleça durante algum tempo.

Estilistas que apostaram no Dark: Lanvin, Gareth Pugh, Viktor&Rolf, Givenchy.

Lanvin

Viktor&Rolf

Givenchy


Gareth Pugh

Mulheres de Verdade

Outra tendência inédita trazida nessa temporada. Algumas marcas propuseram uma nova silhueta, mais curvilínea e bem mais próxima de nós, reles mortais.
Até a Prada, que sempre apostou numa mulher esquálida, e que por isso, sempre contratava modelos bem novinhas para seus desfiles, dessa vez apostou em um novo casting.
E não é só nas modelos que essa mudança acontece, é também onde realmente interessa: Nas roupas. Para elas, foram adotadas formas bem femininas, que lembra a estética dos anos 50 (símbolo máximo em feminilidade). Por isso, pode apostar que a moda não vai carregar por muito tempo o estigma de “ditadura da magreza”, pois daqui para frente irá propor mulheres bem mais próximas da vida real.

Estilistas que apostaram nas Mulheres de Verdade: Louis Vuitton, Prada, Balenciaga.

Prada

Louis Vuitton


Desfile da Balenciaga

2 comentários:

  1. GOSTEI BASTANTE.
    PROMETO ACOMPANHAR AS NOVIDADES!
    VISITE O MEU TAMBÉM:
    http://viagensdocasaldubaveli.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget